UM BLOG CRIADO POR UM GRANDE DESEJO DE COMPARTILHAR IDEIAS ANTIGAS... E APRENDER COISAS NOVAS!!!!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Projeto Brinquedos e brincadeiras

Projeto: Brinquedos e brincadeiras
Brincar com crianças, não é perder tempo, é
ganhá-lo; se é triste ver meninos sem escolas ,mas
triste ainda é vê-los sentados sem ar, com
exercícios estéreis sem valor para a formação do
homem”
                                                                                     Carlos Drummond de Andrade



! INTRODUÇÃO:
*                 Ao brincar, a criança vai estimulando a aprendizagem, a aquisição de conhecimentos, a criatividade, a imaginação, a socialização, a coordenação motora, bem como diversas habilidades importantes para o seu desenvolvimento. O brincar, além de ser um direito de todas as crianças (ECA - artigo 16), é uma forma de expressão dos seus pensamentos e sentimentos.
*                
*                 A criança brinca por necessidade e ao brincar aprimora seus sentidos e seus movimentos; vai conhecendo como são e para que servem os objetos e brinquedos; desenvolve sua linguagem e seu pensamento; aprende e compreende as atividades, os costumes dos adultos e as relações entre as pessoas.
*                 
*                  Entende ser o brincar uma necessidade para o desenvolvimento infantil. Por outro lado, observa-se que as transformações da sociedade, principalmente nas grandes cidades, estão diminuindo as oportunidades que as crianças têm de brincar: a televisão ocupa um tempo cada vez maior nas atividades delas, a necessidade de mães e pais se ausentarem para o trabalho por um longo período impedindo que convivam e brinquem mais com seus filhos e filhas; a insegurança nas ruas que impedem o brincar em calçadas, praças e parques; as moradias das famílias, em especial das mais pobres, cada vez menores, são alguns dos motivos que diminuem as oportunidades para as brincadeiras seja em casa e também, em especial, junto com outras crianças.
*                 
*                  A Creche Metodista incentiva o brincar que tem como característica a livre escolha da criança,  porque entende que é por meio de escolhas que a criança pode ir aprendendo a exercitar sua autonomia, ou seja, aprender a fazer as coisas por conta própria, julgar o que gosta ou não gosta de fazer. A brincadeira, sendo o momento em que quem comanda a atividade é a criança e não o adulto, é uma oportunidade fundamental para que a criança aprenda a fazer escolhas, a tomar decisões, libere e controle emoções, exercite seu corpo, estimule sua imaginação e criatividade.
A melhor parte de ser criança é poder brincar à vontade. Mas você já parou para pensar que brinquedos simples como uma bola nem sempre existiram? 
Imagine como era a infância das crianças antes destas maravilhas serem inventadas!

     Saiba que existem brinquedos tão antigos quanto o próprio homem. As crianças das cavernas provavelmente já se divertiam com gravetos, pedras e o que tivessem à mão.

    Alguns brinquedos que você tem no seu armário existem há milhares de anos. Outros foram inventados recentemente. Mas também existem brinquedos muito populares em outros países e que a gente quase não conhece no Brasil.
O importante de se desenvolver esse projeto é que, através dele o professor consegue trabalhar alguns conflitos do dia-a-dia dos alunos, bem como buscar as soluções para os mesmos, procurando encontrar respostas para aquilo que não está bem.

! JUSTIFICATIVA
            A escola tem a missão de transmitir os conhecimentos produzidos pelo homem, sejam eles científicos ou artísticos.
        Proporcionar as crianças momentos de convivência saudável, amiga, criativa e construtiva; pois através da brincadeira a criança atribui sentido ao seu mundo, se apropria de conhecimentos que a ajudarão a agir sobre o meio em que ela se encontra.
! OBJETIVOS DO TRABALHO:

    Aumentar o repertório de brincadeiras infantil,
    Participar de situações de socialização,
    Participar de jogos que sejam trabalhadas regras em grupo,
    Construção de brinquedos com sucatas,
    Registrar de diferentes formas o brincar.
  
! OBJETIVOS DIDÁTICOS:
            Este projeto tem como objetivo aumentar o interesse pelo brincar E para isso pretende:
    Promover a defesa do direito da criança de brincar;
    Incentivar o brincar que dá oportunidade à criança de escolher livremente o como e com quem quer brincar;
    Criar oportunidades para o resgate de brinquedos e brincadeiras característicos das diferentes regiões do país;
    Estimular a transmissão de valores e cultura da comunidade pela interação das gerações mais velhas com as mais novas;
    Proporcionar momentos agradáveis e de prazer;
    Criar laços de amizade;
    Desenvolver a sensibilidade, o raciocínio lógico, a expressão corporal, a capacidade de concentração, a memória, a inteligência , o cuidado, o capricho e a criatividade;
    Estimular o trabalho em grupo;
    Incentivar o trabalho em equipe;
    Promover o hábito de brincar.
    Ampliar as possibilidades expressivas nas brincadeiras, jogos e demais situações de interação.
     Explorar e identificar elementos da musica para se expressar, interagir com outros.
     Produzir trabalhos de arte utilizando a linguagem do desenho, da pintura, da colagem e da construção.
     Participar de variadas situações de comunicação oral.
     Participar de diversas situações de intercambio social.
     Estabelecer algumas relações entre o modo de vida característico de seu grupo social e de outros grupos.

! PÚBLICO ALVO:
            As atividades serão desenvolvidas com os alunos da Educação Infantil do 3º e 4º período.
! PROFESSORES ENVOLVIDOS NO PROJETO:
            Estarão envolvidos no projeto todos os professores dos períodos acima relatadas, esperando- se de cada profissional o desenvolvimento dos objetivos propostos pelo projeto.

! CONTEÚDOS:

       Movimento:
· Utilização expressiva intencional do movimento nas situações cotidianas e em suas brincadeiras.
· Percepção de estruturas rítmicas para expressar – se corporalmente por meio de brincadeiras.

       Natureza e Sociedade:
· Participação em brincadeiras, jogos e canções que digam respeito às tradições culturais de sua comunidade e de outros grupos.

       Música:
· Participação em situações que integrem músicas, canções e movimentos corporais.

       Artes:
· Exploração dos espaços bidimensionais e tridimensionais na realização de seus projetos artísticos.
· Exploração e utilização de alguns procedimentos necessários para construção.

       Linguagem Oral e Escrita:
· Uso da linguagem oral para conversar e brincar.
· Observação e manuseio de materiais impressos como livro e revistas.
· Valorização da leitura como fonte de prazer e entretenimento.
· Participação em situações cotidianas nas quais se faz necessário o uso da escrita.

! ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS:

    Pesquisa junto às famílias sobre as brincadeiras da infância.
    Pesquisa em livros e na internet sobre a origem de alguns dos brinquedos e brincadeiras.
    Selecionar alguns brinquedos que possam ser construídos pelas crianças.(bilboquê, vai e vem, , cavalo de pau, quebra- cabeça, jogo da memória e outros.).
    Coletar algumas sucatas para confecção dos brinquedos.
  
! ETAPAS DO TRABALHO:

  Rodas de conversa (Quais os brinquedos preferidos?).
  Listar os brinquedos em cartaz.
  Roda de conversa (Qual a brincadeira preferida?).
  Listar as brincadeiras e escolher algumas para brincar.
  Pesquisar junto com as famílias sobre as brincadeiras e brinquedos do seu tempo de infância.
  Ler as pesquisas para as crianças e junto com as crianças selecionar algumas para brincamos.
  Propor para que as crianças desenhem algumas brincadeiras.
  Proporcionar oportunidade para que as crianças conheçam algumas brincadeiras e brinquedos;
  . Confeccionar alguns brinquedos e jogos de sucata.
  Escrever junto com as crianças regras de algumas brincadeiras (texto coletivo).
  

! PRODUTO FINAL: 
        Exposição para os pais dos desenhos, pinturas e brinquedos confeccionados.


! DESENVOLVIMENTO E ESTRATÉGIAS:
            As atividades terão início na última semana de agosto e serão divididos por semanas.
            Os professores terão plena liberdade de adequar as atividades, visando a idade da sua turma. Examinando as atividades com atenção antes de preparar sua programação anual e fazendo o seu planejamento de acordo com, as necessidades dos seus alunos e condições da escola. Deverá ser feita interdisciplinaridade sempre que possível.
Poderá ser usado jogos e brinquedos industrializados ou confeccionados manualmente e usar muita criatividade.
Poderá ser confeccionado diversos jogos  e brinquedos utilizando materiais recicláveis.

! RESULTADOS ESPERADOS- METAS:
            São resultados esperados desenvolver a capacidade crítica, observadora e o interesse pelos jogos, brinquedos e brincadeiras.

! AVALIAÇÃO:
            A avaliação dos alunos será feita através de observação durante todo o processo do projeto.
            A avaliação do projeto será feita ao seu término com todos os profissionais envolvidos, para que assim possamos rever passo a passo todas as ações e solucionar todos os entraves que possam ter ocorrido.
! CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO:
            O cronograma de execução deverá ser desenvolvido por cada período escolar de acordo com as suas perspectivas de trabalho para o ano letivo em curso.
! EDUCAÇÃO INFANTIL

SEMANA:
BRINQUEDO OU BRINCADEIRA
22/08 à 26/08
- Conversa sobre as brincadeiras e os jogos conhecidos.
- Enviar para casa a pesquisa.
- Conversar com os alunos sobre a pesquisa realizada em casa.
- Confeccionar um cartaz com os brinquedos e brincadeiras mais conhecidos.
- leitura das curiosidades sobre os brinquedos (texto anexo do projeto)
29/08 à 02/09
- Quebra- cabeça
- Roda
- Passa anel
05/09 à 09/09
- Dominó
- Pula corda
- Batatinha frita
12/09 à 16/09
- Memória
- Bobinho
 - Morto- vivo
19/09 à 23/09
- Boliche
- Cabo de  Guerra
- Telefone sem fio
26/09 à 30/09
- Estátua
- Adoleta/ Babalú/ Popeye
- Casinha
03/10 à 07/10
- Macaco mandou
- Amarelinha
- Cavalo de pau
10/10 à 14/10
- Cabra- cega
- Dança das cadeiras
- Pião
17/10 à 21/10
- Batata- quente
- Chicotinho queimado
- Trilha
24/10 à 28/10
- Peteca
- Elástico
- Ioiô
31/10 à 04/11
- Bola
- Bambolê
- Pique (Altinho/ esconde/...)
07/11 à 11/11
- Bilboquê
- Vai e vem
- Mímica
14/11 à 18/11
- Circuito
21/11 à 25/11
- Lego
- Acertar a lata
28/11 à 04/12
- Dança da laranja
- Espelho




! CURIOSIDADES (texto anexo):

Saiba quando, onde e como foram inventados alguns dos brinquedos mais populares de hoje:



Autorama: o brinquedo foi inventado na Inglaterra em 1956. Na versão profissional, os carros andam numa pista de 48 metros de comprimento. No autorama amador, vendido em lojas, a pista é feita de peças de plástico que se encaixam. O brinquedo chegou ao Brasil em 1963.



Bonecas: elas são muito antigas. Surgiram como figuras que eram adoradas como deusas, há 40 mil anos. Mas só muito tempo depois, no Egito de 5 mil anos atrás, se transformaram em brinquedo. A primeira fábrica de bonecas surgiu na Alemanha em 1413. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959.



Ursos de pelúcia: eles foram inventados no século 19. Nos EUA, são conhecidos como "teddy-bear" por um motivo curioso: o presidente americano Theodore Roosevelt se recusou a participar de uma caçada de ursos em 1902. Um fabricante de ursinhos de pelúcia decidiu batizá-los de 'teddy-bear' em homenagem a Roosevelt (Teddy é apelido de Theodore).



Bicicleta: no século 15, o artista Leonardo da Vinci já brincava de desenhar projetos de bicicletas. Mas a bicicleta só foi popularizada em 1790, pelo conde francês Sivrac. Nesta época, era feita de madeira, não tinha correntes ou pedais e era embalada pelos pés. Só depois de mais de cem anos as 'bikes' ganharam pneus e correntes.



Skate: a história deste brinquedo radical começou na Califórnia, no final dos anos 30, quando os surfistas decidiram levar suas pranchas para as ruas. Para fazer isso, colocaram quatro rodas sob uma tábua de madeira e saíram surfando pelo asfalto! A primeira fábrica de skates surgiu em 1958.



Bambolê: foi criado no Egito há três mil anos. Nesta época, era feito com fios secos de parreira (o pé de uva). As crianças egípcias imitavam com os bambolês as artistas que dançavam com aros em torno do corpo. O bambolê de plástico colorido, como conhecemos, surgiu nos EUA em 1958.



Bola: a bola é um dos brinquedos mais antigos que existem. Há 6.500 anos já eram feitas bolas de fibra de bambu no Japão e de pêlos de animais na China. Romanos e gregos usavam bexiga de boi para confeccionar suas bolas, ugh! No Brasil, a bola mais popular é sem dúvida a de futebol, que chegou por aqui em 1894, trazida pelo inglês Charles Miller. E você sabia que a bola de futebol branca foi inventada por um brasileiro? Joaquim Simão teve essa idéia em 1935, para que os jogadores pudessem enxergar a pelota à noite.



Jogos de tabuleiro: eles foram criados por sábios e conselheiros antigos, que "liam" as respostas em peças marcadas. O jogo mais antigo de que se tem notícia tinha sete peças e usava dados, mas ninguém conhece suas regras. Sabe-se que até os faraós egípcios adoravam jogos de tabuleiro, há 4.300 anos.



Futebol de botão: foi inventado pelo carioca Geraldo Décourt, em 1930. Ele começou usando botões de cueca para jogar (sim, naquela época, as cuecas tinham botões). Depois, passou a usar os botões da calça do uniforme escolar, o que fez o jogo ser proibido na sua escola, porque os alunos estavam acabando com seus botões!



Lego: foi criado na Dinamarca em 1949, por um marceneiro chamado Olé Kirk Chirstiansen. Você sabia que com seis tijolinhos de lego é possível fazer 102.981.500 combinações diferentes? Existem parques feitos de Lego na Dinamarca, Inglaterra e Estados Unidos, chamados 'Legoland'.



Playmobil: os bonequinhos foram criados em 1974, na Alemanha. Desde então, Playmobil já assumiu diversas formas: índio, astronauta, cavaleiro medieval, bombeiro...



Videogame: esta história começa em 1968, quando um engenheiro americano lançou o Odyssey 100, primeiro console do mundo. No Brasil, o videogame estreou com o Telejogo, em 1977. A nova geração dos videogames, que se integram à internet, apareceu em 1998 com o Dreamcast.



Tamagotchi: os amiguinhos de estimação virtuais foram inventadas por uma japonesa e demoraram dois anos para ficarem prontos. Eles foram lançados em 1996 e este ano ganharam nova versão, que possibilita que um bichinho interaja com outro.

Saiba como se divertem as crianças de outros países:


Japão: o jô-quem-pô é muito popular neste país. As crianças brincam como aqui, fazendo gestos que representam papel, pedra ou tesoura. A diferença é que lá do outro lado do mundo elas gritam "jan-ken-pon!".



Alemanha: uma brincadeira que é muito popular entre as crianças alemãs parece-se com o nosso esconde-esconde, mas ao avesso. Neste jogo, apenas uma criança se esconde e todas as outras procuram. Quem encontra a criança escondida fica junto com ela no esconderijo, que vai se enchendo até sobrar uma só criança, que será a próxima a se esconder.


Itália: no jogo "mora", duas pessoas escondem as mãos atrás das costas e ficam de frente uma pra outra. Elas devem escolher uma quantidade de dedos para mostrar, ao mesmo tempo em que tentam imaginar quanto daria a soma de seus dedos com os do outro jogador. Juntas, mostram os dedos e gritam o número que pensam que é a soma. Quem acertar, vence.



Egito: em uma brincadeira típica deste país, as crianças formam um círculo. Alguém inicia o jogo provocando o companheiro do lado com cócegas, caretas, mímicas... Como num telefone sem fio, os participantes vão provocando quem está ao seu lado, e assim por diante. Quem fizer barulho, perde o jogo e deve sair do círculo, até sobrar apenas o vencedor.



Taiwan: num dos jogos preferidos das crianças deste país, a primeira coisa a fazer é escolher quem é a galinha, a águia e os pintinhos. A águia deve tentar pegar os pintinhos, enquanto a galinha tenta defendê-los. O primeiro pintinho que for apanhado vira a águia na próxima rodada.



Colômbia: as crianças gostam de uma brincadeira que também temos aqui. Alguém joga a bola para o alto e grita o nome de outra criança. Esta deve tentar agarrar a bola o mais rápido possível, enquanto o resto da garotada sai correndo. Assim que estiver com a bola nas mãos, a criança grita "Pare!", e as outras devem parar de correr. Aí a que está com a bola dá três passos até a criança mais próxima e tenta acertá-la.
*     




! BIBLIOGRAFIA


·         A Pastoral da Criança -Livro Brinquedos e Brincadeiras na Comunidade
      . Cristina Von.  A História do Brinquedo.  Editora Alegro
________________________________________________________________________________
Atividade de pesquisa para ser enviada e preenchida pelos responsáveis:

                      PROJETO: BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

“ Brincar com crianças, não é perder tempo, é
ganhá-lo; se é triste ver meninos sem escolas ,mas
triste ainda é vê-los sentados sem ar, com
exercícios estéreis sem valor para a formação do
homem”
                                                                                  Carlos Drummond de Andrade
Estaremos trabalhando neste bimestre este projeto que irá resgatar os brinquedos e as brincadeiras antigas e proporcionar aos nossos alunos conhecer brincadeiras novas.
Pedimos a ajuda dos responsáveis, escrevendo o nome dos brinquedos e das brincadeiras que vocês brincavam quando eram crianças.















Agradecemos pela ajuda!
_________________________________________________________________________
Bom trabalho!
Vamos trocar figurinhas, caso alguém tenha alguma ideia!
Patricia

7 comentários:

  1. Esses projetos são os norteadores perfeitos para qualquer tipo de leitores e principalmente para enriquecer os planejamentos dos Educadores.Parabéns Equipe!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Esses projetos são os norteadores perfeitos para qualquer tipo de leitores e principalmente para enriquecer os planejamentos dos Educadores.Parabéns Equipe!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Os projetos são muito bons e bem planejados. Parabéns o todos. Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Parabens seu blog foi muito para mim pois contribui para o meu trabalho.

    ResponderExcluir
  6. Parabens!!! projeto bem fundamentado, e pode ser adaptado a cada realidade. muito bom

    ResponderExcluir